Resenha do livro “Kabbalah Hermética”, de Marcelo Del Debbio

Estou devendo esse texto faz um bom tempo. Um ano inteiro, se não me engano. Aproveitando o descanso e tempo livre, agora que o carnaval se foi e que o ano finalmente começa no Brasil, eis uma visão geral sobre o livro “Kabbalah Hermética”, de Marcelo Del Debbio, publicado por sua editora, a Daemon, com gigantesca, e merecida, adesão no Catarse, site de crowdfunding.

Trata-se de um grande (em vários sentidos, incluindo o tamanho físico) trabalho, com um projeto gráfico belíssimo, coisa que poucas vezes se vê em algo relacionado a tal estudo. Normalmente os livros possuem poucas ou nenhuma ilustração explicativa, coisa que o autor se preocupou em fazer não apenas com imagens que acompanham o texto, mas como forma didática de apresentação. As páginas também possuem belas decorações nas margens, com cruzes templárias em seus ornamentos, que recordam muito a maneira com a qual textos iniciáticos são impressos e entregues aos membros de organizações fraternais. A capa dura é também algo que gera uma boa impressão, com jeito de bíblia ou de livrão, meio grimório, que velhos alquimistas de filmes sobre o Medievo usam para consultar enquanto realizam seus trabalhos mágicos. Não bastasse isso, o miolo é feito em papel couché brilhante. Isso combina com o estilo enciclopédico com o qual Del Debbio construiu a obra. Os capítulos parecem grandes verbetes com verbetes dentro. Tudo com grande preocupação pedagógica, com introduções aos elementos, planetas, signos e sephirot, além dos caminhos da Árvore da Vida, letras hebraicas correspondentes e cartas do Tarot, que são a base do estudo da Kabbalah de linha Hermética.

Aqui temos uma volumosa síntese de conhecimentos que o autor adquiriu durante sua vida iniciática e também descobertas em práticas pessoais, pelo que parece, algo que particularmente me apraz, dado o fato de que geralmente faço o mesmo. Del Debbio percorre concepções de várias organizações e sistemas em seu livro. A capa, com a Rosacruz Hermética, da Ordem Hermética da Golden Dawn, sugere uma certa inclinação para o sistema propagado por essa fraternidade, embora haja uma originalidade no texto e nos muitos estudos comparativos que o autor faz com base em sua própria experiência e deduções. De fato, todos fazem muito sentido.

Clique na imagem acima para acessar a AGENDA DE CURSOS PRESENCIAIS – mês a mês os cursos oferecidos pelo autor.

O hercúleo trabalho de Mitologia Comparada é bem pouco encontrado com tantos detalhes quanto como neste livro. Vai muito além das habituais mitologias greco-romana e egípcia que se espera encontrar em algo do tipo. Não que isso seja pouco, é muita coisa, com certeza, mas em “Kabbalah Hermética” encontram-se as correspondências entre muitos deuses e personagens equivalentes em um grande número de culturas, incluindo referências em cultura de massas, como as da série Star Trek, Star Wars, nos quadrinhos de Alan Moore, como “Promethea” (que este que vos fala pesquisou em seu doutorado – e disponibilizou a tese para download integralmente aqui) e na História da Arte, analisando e comparando centenas de referências. Tudo isso torna a obra muito esclarecedora. De fato, me acrescentou novos conhecimentos e reforçou tudo o que eu já conhecia há muitos anos.

 

Embora de forma alguma isso retire o mérito, a beleza, a utilidade e a grande qualidade pedagógica da obra, senti um pouco de falta de um índice onomástico (sim, aquele dos nomes) e um índice analítico, como a Vozes costuma fazer nas obras de Jung, com termos, expressões e outros dados relevantes e a localização de suas páginas. Aqui seria, por exemplo, o caso de procurar expressões como “caminho da mão direita” e “caminho da mão esquerda”, entre outras de igual importância, para localizá-las em diferentes contextos na obra, que, reitero, está magnífica. Isso se deve ao fato de que o livro é bem grande e possui muita informação. Em alguns pontos desejamos chegar a um dado termo que havíamos lido anteriormente, mas queremos reaver a página e seu contexto, e demoramos um pouco a encontrá-lo. Quem sabe, futuramente, não tenhamos um equivalente em formato digital? Assim uma busca interna no livro resolveria isso facilmente.

 

Clique na imagem acima para se matricular nos CURSOS ONLINE DE ASTROLOGIA.

Há, ainda, um outro ponto alto na publicação: os diversos gráficos explicativos, lamen, esquemas, na forma de pôsteres muito bem pensados e bonitos. Um eu já pendurei na parede. Uso outros em aulas, como algumas das referências.

Enfim, “Kabbalah Hermética” é ao mesmo tempo um guia, excelente livro de consulta constante e algo a ser utilizado no aprendizado de Kabbalah por todos os que se dignarem a trilhar esse caminho pela via do Hermetismo, tanto professores quanto alunos. De fato, indico sempre aos meus alunos de Astrologia e aos de Kabbalah. Parabéns, Marcelo!

Carlos Hollanda – 18/02/2018

 

Anúncios