Caos, Ordem, Organização e a vida fora dos escaninhos

Os campos de realidade ou nossas experiências com alguma coisa não são fatores compartimentados ou segmentados como quer nossa mentalidade ocidental, racionalista e cientificista ou as definições cabais da sociedade, com seus rótulos e preconceitos populares. Há uma fronteira tênue em tantos assuntos! Gradações e até interseções entre campos que, olhando de longe, parecem tão opostos. “Isso é isso, aquilo é aquilo” ou “Uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa”, diz o costume de quem deseja ver somente os compartimentos que criou na cabeça ou que lhe imputaram por aceitação tácita do que parece mais “confortável” pensar junto aos demais. Acredite: em algum momento, sob algum aspecto, você também é uma criatura híbrida e as coisas que você faz ou fará terão desdobramentos imprevisíveis devido a abrangerem diferentes campos (ou diferentes formas de interpretação). Mas, calma, não me refiro a “total” ausência de controle, como preconizam algumas linhas de pensamento mais em voga. Controle sempre há, junto com a falta dele. A realidade é algo bem mais complexo. Dizer que não há qualquer controle é compartimentar também, quase tanto quanto dizer que é possível controlar tudo por algum meio (o racional, por exemplo). Nem um nem outro. Em algum nível, talvez lá pelo “meio”, há controle com descontrole e vice-versa. Você pode controlar, até certo ponto, coisas como deixar cair um lápis no chão, em expectativa pelo empuxo gravitacional, mas talvez, dependendo do caso, se estiver em local ao ar livre, uma forte lufada de vento não cogitada no experimento pode alterar a trajetória do objeto que foi solto das mãos e ele cair onde menos se espera. Esse elemento caótico está sempre e invariavelmente presente, de mãos dadas com os processos organizadores naturais ou os humanos. Os naturais são, entre outros, formas orgânicas, que seguem padrões para se erigirem, ou as formações inorgânicas que seguem os padrões eletromagnéticos e gravitacionais, como as moléculas, os cristais hexagonais de neve, as espiralações das galáxias etc. Mesmo esses padrões sofrem entropia, isto é, desagregação de suas características e padrões originais pela interferência de outros padrões ou da perda de energia. É transformação e interação constante com elementos caóticos que alteram os padrões e que fazem com que uma impressão digital, um rosto ou mesmo um cristal de gelo jamais sejam 100% semelhantes um ao outro, mas que nos fazem notar que têm a mesma origem e estrutura por trás da superfície. Isso vale também para transcodificações e cópias, que podem perder parte de suas características ao reproduzirem o original, tornando-se, portanto, uma outra coisa, muito semelhante, mas outra.
 
Daí vale dizer que definições absolutas são complicadas, são sujeitas a variações e contextos tantas vezes. O que você definiu e deu certo hoje, sob dada circunstância, amanhã, e sob outra, poderá ser aplicado de modo um tanto diferente, ainda que a estrutura daquilo que pensou permaneça.
 
Hoje a Lua, transitando em Sagitário, forma uma quadratura T com Netuno e Marte, respectivamente em Peixes e Gêmeos. A configuração celese serviu de inspiração para este texto por sua analogia com os símbolos envolvidos. Vale a pena pensar nisso e não criar escaninhos onde se encaixem pessoas e circunstâncias tão cabalmente quanto lhe parece confortável e óbvio fazer. Talvez você só possa mesmo discernir o tal padrão ao ver o todo e não a parte, saindo da racionalidade e das repetições de ditos populares, afastando-se, distanciando-se o suficiente para enxergar que aquele padrão que você apontou com tamanha intensidade com um dedo acusador, está dentro de outro, que está dentro de outro e outro e outro até formar um grande mosaico onde tudo isso interage harmoniosa e caoticamente, como tudo na natureza.
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s