Netuno em Peixes e os novos usos da maconha

Captura de Tela 2014-05-29 às 10.23.45Temos visto nos telejornais (hoje mesmo, no “Bom Dia Brasil”, da TV Globo, por exemplo), em revistas especializadas em temáticas, como a “Sociologia”, da Mithos Editora, nas de variedades, como “Galileu”, da Globo, e “Veja”, da Abril, diversas matérias a respeito do uso e legalização da maconha, seja no sentido de usá-la de forma “tradicional”, seja no uso medicinal. A maconha foi também liberada nos EUA e no Uruguai há pouco tempo. A reportagem de hoje, na TV Globo foi sobre o “Canabidiol”, medicamento ainda ilegal no Brasil, mas já liberado nos EUA, em que os pais de uma menina com uma rara síndome causadora de deficiências no sistema motor e cognitivo precisaram de autorização judicial para o tratamento. A menina, que vinha tendo um quadro de cerca de 80 crises de espasmos por semana, passou, em três semanas de tratamento, para ZERO crises. O nome “Canabidiol” vem da denominação técnica da maconha, Cannabis Sativa.

Há alguns anos venho mencionando e descrevendo possibilidades do trânsito de Netuno e de Kiron em Peixes, sobretudo em dois eventos de grande porte no Rio de Janeiro, eventos estes que tiveram as palestras gravadas e suas apresentações visuais disponibilizadas na Internet. Desde 2011, para ser mais preciso. Entre essas descrições e projeções estavam precisamente o uso medicinal de drogas outrora proibidas (ou ainda proibidas sob vários aspectos). Um dos slides de uma das palestras em que isso foi tratado é o que se encontra acima (com as anotações feitas na época, faladas durante a apresentação). Refere-se à palestra dada no evento “Cultura e Cosmologia”, da série de eventos pertencentes à Rio + 20 e Cúpula dos Povos, ocorrido na UCAM- Ipanema. Abaixo, as capas de algumas publicações sobre o assunto (note-se que a “Veja” é a única que acentua a questão potencialmente perniciosa). Kiron permanece em Peixes até 2019, enquanto Netuno transitará nesse signo até 2026 (com ingressos rápidos em Áries em 2025, ficando de vez nesse signo até 2039). Podemos ver, nesse ínterim, uma intensificação das pesquisas com substâncias semelhantes tanto na medicina quanto nos usos sociais das mesmas.

galileu-maconha2 sociologia-maconha veja-maconha

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s