A Posse de Dilma e a consultoria astrológica

HABEMUS PRESIDENTAM

 

Dia 31 de outubro, às 20:12, Brasília. Foi declarada eleita a primeira presidenta do Brasil, Dilma Roussef, pelo presidente do Tribunal Superior Eleitoral, Ricardo Lewandowski. Os votos, naquele momento estavam em sua contagem final e a vitória fora matematicamente apurada.

Num brevíssimo resumo sobre os sinais do mapa daquele momento, temos potenciais para a retomada da controversa questão do aborto, tão falada durante as eleições, colocando os dois candidatos ao segundo turno em verdadeiras saias justas. Apesar de termos que aguardar a imposição do título e o recebimento da faixa presidencial, em janeiro de 2011, esse mapa já mostra tal tipo de potencial com a posição de Saturno na casa 5 e com a Lua em Leão, oposta a Netuno e Quíron, além de Plutão conjunto ao nodo norte (nodos também se relacionam com aquilo que “brota”, como plantas e “rebentos”). Temos igualmente a posição de Vênus, dispositor do Ascendente taurino, em um de seus signos de exílio, Escorpião, e retrógrado. Vênus ocupa a casa 6 e a combinação desse fator com a angularidade de Quíron revela como potencial as atenções que o governo federal tende a dar ao setor da saúde e da educação, sobretudo a educação profissionalizante. 

Estando Netuno no MC, recordamos uma das principais promessas de campanha que envolvia a exploração de petróleo no pré-sal. A preocupação com a manutenção da economia e do estímulo ao consumo para aquecimento do mercado de trabalho tende a ser reforçada, em conformidade com o Ascendente em Touro e a já referida condição de Vênus. O mapa, com a qualidade do momento em que se constatou a vitória de Dilma corresponde à expectativa de continuidade das propostas do governo Lula, mas com intensificação dos processos de coalizão partidária. Se compararmos o trânsito daquele momento com o mapa do Grito do Ipiranga, teremos Marte na décima casa do Brasil e o dispositor do Ascendente (Vênus), na casa 9. Se essas mesmas tendências se confirmarem no recebimento da faixa presidencial, é possível que as reivindicações do governo Lula quanto ao Brasil fazer parte do Conselho de Segurança da ONU sejam aceitas ao longo dos próximos 4 anos. É uma questão de aguardar e comparar os dois mapas, o da confirmação da eleição e o da posse.

Carlos Hollanda

 

============================

 

ESCLARECIMENTOS GERAIS SOBRE O ATENDIMENTO ASTROLÓGICO

 

É comum, nas consultas astrológicas, oferecermos uma grande quantidade de informações, mas estas nem sempre podem ser recordadas com facilidade pelo cliente. A fim de favorecê-lo em seu planejamento, autoconhecimento e na potencialização de suas oportunidades, sempre se opta por deixar-lhe, ao final, como cortesia, a gravação de tudo o que foi colocado ao longo do diálogo. Entretanto, nem sempre durante o atendimento o cliente concatena os dados disponibilizados, sentindo necessidade de retirar uma ou outra dúvida com o astrólogo que o atendeu. Isso é perfeitamente normal e aceitável, desde que as dúvidas sejam pertinentes ao que foi dito durante AQUELE atendimento específico. Ocorre que seria impossível oferecer ao mesmo cliente uma revisão constante sobre assuntos novos, o que significa que novas questões não são uma revisão e menos ainda um tira-dúvidas. Isso também significa uma nova consultoria, demandando um novo atendimento, com marcação de horário e remuneração, tudo como manda o figurino.

 

Há quem se sinta mais constrangido em solicitar uma revisão de algo como, por exemplo, “não consegui entender a frase que você disse aos 35 minutos de consulta. Poderia me dizer com outras palavras?”, ou ainda, “como é mesmo que funciona essa quadratura de Plutão com Vênus que você viu no meu mapa?”. Quanto a isso, não há o menor problema em rever o que foi dito e explicar mais claramente. Aliás, é isso o que se oferece ao final, quando se diz: “se você tiver alguma dúvida, após esta ‘avalanche’ de informações desta consulta, envie-me um e-mail para que eu lhe responda na ordem de chegada das perguntas. Leve-se igualmente em conta que não somos o centro do universo e outras pessoas podem estar fazendo exatamente o mesmo. Assim, essas outras pessoas, se chegaram antes e enviaram suas questões antes, estarão em nossa frente na revisão. Será preciso aguardar o astrólogo ter tempo para dar essas dicas. Todavia tudo se complica quando o cliente entende que “poder tirar dúvidas a respeito desta consulta” tem o mesmo sentido que: “pergunte o que quiser, na época que quiser, sobre o assunto que quiser e de graça, mesmo que seja algo completamente novo, não pertinente a esta consulta”. Vale lembrar, esta revisão é também uma cortesia, um auxílio para que o cliente saia o melhor possível esclarecido daquela consulta que fizera, sobre os assuntos então abordados. E torno a lembrar que é preciso aguardar, a menos que o astrólogo possua alguns clones que se disponham a fazer exclusivamente isso. Ou você acha que aquele sujeito que lhe atendeu, falando bastante, durante cerca de duas horas, só atendeu você naquela semana? Ou mesmo naquele dia? Do que será, então, que ele vive?

 

Com tudo isso, não custa informar que se na consulta anterior o astrólogo lhe falou sobre, por exemplo, uma viagem para o exterior, é, repito, bem complicado você entrar em contato 3 meses depois para pedir-lhe para “dar uma olhadinha” num novo affair que lhe chegou ou sobre a possibildade de se dar bem na compra de um imóvel. Observe-se que estes assuntos não correspondem à análise anterior, conforme indicado resumidamente neste parágrafo. Trata-se de uma consulta nova. Você faria isso com seu médico? O faria com um consultor de empresas que você contratou para resolver um problema de um setor de sua empresa? Chamaria a assistência técnica duas vezes para resolver um problema agora e outro diferente daqui a 3 meses, pagando apenas da primeira vez pelos dois?  Creio que não. Então, que tal, então, marcar um novo atendimento com seu astrólgo? Ele até pode ser camarada e lhe dar um belo desconto, hein!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s